MEUS VÔOS

domingo, 7 de setembro de 2008

Linda Guerreira

"Linda guerreira,
Da aldeia e da cidade,
Siga seu caminho sem nada levar,
Porque você nada possui.
O que você acha que é seu Permanecerá com você apenas o Tempo necessário à sua percepção da transitoriedade.
Você possui, tão somente,
O que é permanente em você...
As escolhas que faz...
O amor que sente...
O amor que expressa pela sua conduta...
Pela humildade e sabedoria do perdão...
O amor que expressa pelo toque físico...
Por palavras sempre verdadeiras e oportunas...
As lições...
A consciência de que há sempre o que ensinar...
O que aprender...
E a certeza de que o universo,
A qualquer momento,
Acariciará você com novas e mágicas oportunidades..."

Um comentário: