MEUS VÔOS

domingo, 3 de agosto de 2008

Amor e querer...


Sinto no amanhecer, tão fresco sabor
Teus doces lábios carregados de mel
Deslizando toda doçura na minha pele
Penetrando nela o teu ardente calor.
Um contato afetivo é algo fiel
O coração em batidas descompassadas
Numa só alma, mãos enlaçadas
E num só corpo, o amor pele a pele.
Um amor que não esqueço, que teve um começo
Perto de ti calo-me, tudo penso nada falo
Sinto-me como alma vil, apenas estremeço
E nesse teu arrepio, enlouqueço ao desejá-lo
O amor que carregas e por ele tanto padeço
Dando-te vida e alma, por tanto querê-lo!

Mérci

Um comentário:

Loucopoeta disse...

[b][gray]
*

De tanto...
Te "Amar e querer"
Me deleitei
Junto com as estrelas...
Nelas queria tanto ver
Teu "Amar e querer"
Comigo a vê-las!

Desejo...de um Louco
Que ama...o que sentes
No que deixas ver um pouco
Nos teus doce versos presentes!


Loucopoeta...

Beijos...
Linda e sedutora...poeta Méci!

AMEI..."AMAR e QUERER"

*