MEUS VÔOS

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Inesquecível.......


Estou aqui,
Com minha cabeça em ti.
Minha vida nunca mais será igual
Eu te vi,
Tiraste naquele dia todo meu pudor
Chegaste do nada,e me embriagaste de amor
Foste me tocando,como se eu fosse tua Beijaste meus lábios com tamanha suavidade
Tiraste-me do chão.
A leveza de tuas mãos,fez de mim um nobre e pobre coração.
Indefesa,fiquei a deriva de tua emoção.
Disseste versos,encantaste minha alma
E foste pouco a pouco
Tirando-me as vestes,
Beijando meus seios
Percorrendo meu corpo
Sentindo o cheiro do sexo e paixão que exalava.
Em mim,gotejavam prazeres,
Amaste minha alma, e não apenas meu corpo nú
Carícias vinham do teu olhar,
Paixão,do teu toque,
Amor,de tua boca
Foste possuindo o que perdidamente já era teu.
Possuiste meu corpo,meus desejos,meus anseios,
Minha alma.
Eu,inerte,apenas sentindo o tudo que me davas,
Com sofreguidão,adentraste em meu corpo
Entumecido,quente,ardente
Deliciosamente tu me amaste.
Tornamo-nos um só corpo,uma só alma
Envolvemo-nos em poesia
Loucura daquele dia
Fitamos a Lua,contemplamos o tempo
Deste-me o silêncio.
Vi o mundo de dentro prá fora
Uma beleza que aflora
Num gozo real,numa magia
Cobriste meu corpo
Nú com tua Aura
E abraçados esperamos o dia clarear.
Fiquei revendo minha vida, meus valores,
Meus amores, meus temores
Refazendo minhas forças,minha fonte,minha sorte
Prá voltar a realidade
Voltar pro meu cantinho, meu ninho, meu caminho,
Minha lida.
Fui apagando o fogo, a brasa,
Renascendo das cinzas,feito Fênix
Agora,só resta cuidar de mim.
Do que sobrou, do que me tornei
Jamais esquecerei...
Mérci 29/01/08

4 comentários:

convite ao vôo poético disse...

Amei.Seu trabalho é muito bom.Você viaja nas palavras como uma águia solta no toco do mundo.

Mérci disse...

Vindo de você querida Alice,
Só me faz ficar emocionada,
pois a tenho como uma maravilhosa poeta
Obrigada!

zoologico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fátima disse...

Mérci, minha querida!!
Que bom te ver voar com intêligencia, sensibilidae e firmeza , nas "Asas desta Aguia"!
Que bom te ver como represa aberta... jorrando paslavras em versos p encantar a alma da gente! Parabèns!!
Um beijo com enoeme carinho

Fá martins