MEUS VÔOS

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

MENINA ÁGUIA

Menina águia teus versos tão faceiros
Viajam em peles de muitos sentimentos.
Permitem toques de vários pensamentos
Trazendo imagens de mil desfiladeiros.

Têm os teus versos os diferentes cheiros.
De corpos nus nos acasalamentos.
Menina águia são esses teus momentos.
Motivadores dos meus vôos primeiros.

Contigo eu vôo nas peles mais sedosas
Nas sutilezas das mãos mais perigosas
Eu vôo o amor na tua imensidão.

Nos vôos loucos destes teus poemas
Meus velhos medos são coisas pequenas
Só aprendi voar com os pés no chão.

AMARO VAZ/ CARANGOLA/MACAÉ

Um comentário:

Ana Barreto disse...

Tinha que ser ele, voando alto e nos fazendo voar, em tão soberbos versos!
Homengaem linda!!!!!!!