MEUS VÔOS

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Saudade

Saudade
De tristezas, absurdos e nostalgia,
a saudade dilacera meu corpo e meus pensamentos
Fantasia de cores e versos tantos
Carregam o amor perverso do meu sangue.
Vivo e enlouqueço a beira de um abismo,
Uma dor, fundo de coração sem cor,
Espatifada de memórias, sonhos e planos,
Sinto em mim uma mulher faminta de quereres...
Assim é meu degredo...
Beijos de vento,
Coração em alento.
Quero o resgate do abandono.
Então clamo
O eterno amor da saudade e dos desejos
Grito o amor que a minha alma sente
Venha!
Me ame toda,
mas não me desperdices como se nada fosse,
Apossa-te de mim,
Que serei teu porto de uma vida inteira.
(MérciBenício)

5 comentários:

Ivanildo disse...

Belíssima sua poesia Mérci, é como

penetrarmos ou mergulharmos

profundamente na linguagem de

tu'alma!

Felicidades, hoje e sempre!

Ivan.

Nayara Borato disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog A dança das Palavras. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

http://narroterapia.blogspot.com/

Ulisses Reis ® disse...

Belíssima , sempre amo teu poemas, você é D+, tenha uma linda semana, beijos !

Ulisses José Da Silva disse...

Faz tempo que não a vejo espero que esteja tudo ótimo e com muita harmonia, saudades, beijos !


Saborosas

Tenho saudades dos poemas
Da felicidade de lhe ver
E saber que sabe muito bem
Viver
E ao escrever revela tudo
O que te habita na essência
Assim venho lhe deixar
Tudo de melhor num desejo
Que continue a inspiração
A te espreitar e reinar
Assim que o vento lhe beije
Mesmo que seja no meu lugar
Então saberemos que o alento
Vem para ti como balsamo
Eficaz e deixar-te feliz
Pois sabe bem que é mulher
Com dengo e as letras saborosas

Ulisses Reis®
03/10/2011

Para Mérci Benício

Ulisses Reis ® disse...

Agora depois de escrever já a dias aqui esta o teu poema no meu Blog, venha ver , usei a tua imagem, tenha um lindo dia, beijos !!!

http://ulissespoemas.blogspot.com/2011/12/saborosas.html