MEUS VÔOS

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Nômade dos Mares




Nômade dos Mares

Meu coração silente e adormecido,
Há muito não deixava acariciar meus sonhos...
Meio desmensurado, torpe, precisando de cuidados
Parecia estar bem, até saber de ti.

Meu corpo a esmo, abandonado, dilacerado
reascendeu com tua visita, nômade dos mares.
Deixando-me assim absorta de desejos
a emaranhar-me dos teus encantos.

Venha ter-me como tua necessidade
Traga-me teu beijo, teu gosto adocicado...
Em descuido coloco-te em meus pensamentos,
e faço de mim mulher inteira prá ti.

Encontre-me em minha morada de sargaços
Que me vestirei de quimera, para ser teu alvo.
Entre murmúrios,terá a àgua de minha fonte
Desvelada em meu corpo e minha volúpia.

Ame-me toda, como se fosse teu refúgio sagrado,
apossa-te de mim e seja o dono dos meus credos.
Toma-me para ti com toda fúria do teu ser,
Que abrigarei o amor que hoje me faz ser tua.

(MérciBenício)

3 comentários:

Marcus K disse...

Dizem que todo poeta é um sonhador, mais correto seria dizer amador, não no sentido de não ser profissional, mas no sentido de amar com paixão e até a dor. Toda poetisa tem dentro de si uma amante escondido, uma mulher que busca desesperadamente amar e ser amada, se amando demais e, às vezes, esquecendo de viver para oferecer ao mundo um amor lindo, intenso e não correspondido. Por isso esconde, nas doces palavras, a dor que sente, oferecendo ao mundo, na beleza, a semente, do desejo e do amor profundo, esperando um dia ser compreendida e enlevada pelo abraço macio e carinhoso de um ser desconhecido, que traga em si o mundo belo, tal qual cavaleiro andante, num corcel fogoso e brilhante, príncipe do possível, merecedor do seu amor. Parabéns pelas belas poesias! Beijo grande no coração! Markus

Mérci disse...

Querido Markus,,

Tamanha sua sensibilidade...
O sentido das palavras, prende nelas um coração aflito e carente.
A busca incessante aos sonhos, ainda tão longinquo.
Obrigada pela visita, pelo maravilhoso comentário.
um grande abraço.

Ivanildo disse...

Mérci,

Tu embalas nossos sonhos com tuas

lindas palavras, como se fora um

momento único na vida, como se

fora talvez o último momento da

existência.

Parabéns por tão belas palavras.

bjs.

Ivan.